segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

J.R.A.FOTO-CRÍTICA: STAR WARS: A ASCENSÃO SKYWALKER

Por João Ramiro Antunes

A saga mais icônica da história do cinema e da cultura pop, chega ao fim com o último capítulo da nova trilogia iniciada em 2015 com Star Wars: O Despertar da força. 

Rey, Finn, Poe Dameron sob o comando de Leia, dessa vez com a ajuda de Lando Calrissiam, lutam pra manter a resistência viva num embate final contra o verdadeiro arquiteto por trás da Primeira Ordem, enquanto Kylo Ren caminha ao seu encontro. 
O Despertar da Força dirigido por J.J. Abrams foi um sucesso absoluto de público e crítica na época, mesmo repetindo à esmo a estrutura narrativa de Uma Nova Esperança, apostando na nostalgia e que deixou os fãs dos heróis da galáxia distante felizes da vida. 
Em 2017, surge a aguardada continuação intitulada Os Últimos Jedi, só que desta vez pelas mãos do diretor Rian johnson, e esse ao contrário de Abrams, arriscou no novo, subvertendo nossas expectativas, pois o que deveria ser um repeteco estrutural de O Império Contra-Ataca, seguiu numa direção completamente diferente, mudando a velha formula sempre usada, dividindo opiniões e deixando alguns fãs fervorosos bem irritados, fazendo a senhora Disney perder alguns milhões. 
Então eis que J.J.Abrams fora chamado de volta para reassumir o comando, não só pra dirigir mas como roteirista ao lado de Chris Terrio, com a missão de "consertar" todo o erro do segundo capítulo, e o resultado foi...desastroso. 
Arcos jogados de lado, acontecimentos desfeitos ou ignorados, num esforço tremendo pra fazerem os fãs esquecerem o que havia sido feito anteriormente, causando uma estranheza que nos acompanha durante toda a sessão. Se apegando com unhas e dentes na velha fôrma, com muita nostalgia, enchendo a tela de frases clássicas, personagens icônicos, lugares, tudo no intuito de mascarar um roteiro fraco que parece ter sido feito às pressas. A revelação do passado da Rey e seus pais por exemplo, nos faz pensar: "Era isso mesmo?", deixando mais que visível o mal planejamento dessa nova saga. 
As lutas de sabre de luz (marca registrada da franquia), que aqui tem bastante, é sem inspiração e não empolga, algo deveras o oposto do que foi visto nos Últimos Jedi, naquela cena memorável contra a guarda pessoal do Líder Supremo Snoke, diga-se de passagem. 
Mesmo entregando uma cena de batalha final bem feita e bem dirigida, repleta de elementos para tornarem esta épica, não conseguem burlar aos olhos mais atentos, o sentimento morno com o qual à absorvemos. 
Sobre o elenco, todos estão bem, mas o destaque com certeza fica com a Rey (Dayse Ridley) e Kylo Ren (Adam Driver), que continuam excelentes protagonistas. 
O Finn (John Boyega) tá Ok, mas percebe-se que algo está lhe  faltando, o Poe (Oscar Isaac) teve sua impetuosidade bem  reduzida, perdendo bastante nossa admiração. C-3PO tem participação inesperada louvável, já a volta do Billy Dee Williams, como Lando Calrissian não passa de Fan Service. 
Ah, a nossa Leia Organa da querida Carrier Fisher que lamentavelmente veio à falecer, acredito terem feito um bom  trabalho e até plausível para com sua despedida. 
Novos personagens são inseridos mais suas entradas soam abruptas demais, uns até tem potenciais e visuais bacana, como a Zorri Bliss, mas mal aproveitados, assim como o "novo" vilão. 
Os pontos realmente positivos são técnicos, o valor de produção é grandioso, a construção de mundos é a mais bem explorada dos três, contando com planos bem imponentes, takes belíssimos, acompanhados à trilha sonora magnífica do John Williams. 
Pra finalizar não muito bem, o humor soa meio deslocado, e os poderes dos Jedi, pra mim pelo menos, senti que viajaram legal na capacidade, quebrando leis e regras estabelecidas, beirando o absurdo, deixando Mestres Jedi, como Yoda e Mace Windu parecendo Padawans. 
Star Wars: A Ascensão Skywalker não é ruim, mas é sem sombra de dúvida o mais fraco da trilogia, não supre em nada as expectativas para o que se espera de um episódio final dessa nova saga, dando um fim pra essa história no máximo Ok. É o mais dramático, podendo até emocionar aqueles fãs mais Old School, mas também o mais covarde com estes, ao entregar mais do mesmo, e tentar apagar a trilha outrora construída como um caminho pra o que era realmente novo, se escondendo em sua zona de conforto, num intuito descarado de ludibriar seus fãs com nostalgia, no final deixando muito à desejar, infelizmente.

NOTA: 6,5/10

Assista o Trailer:

Ficha Técnica Completa
TítuloStar Wars: The Rise of Skywalker (Original)
Ano produção2019
Dirigido por
Estreia
19 de Dezembro de 2019 ( Brasil )
Outras datas 
Duração141 minutos
Classificação 12 - Não recomendado para menores de 12 anos
Gênero
Países de Origem

Gugu, Futebol e Emprego: as buscas mais populares do Google em 2019

A Google anunciou a lista dos termos mais buscados no ano de 2019 em seu mecanismo de busca. A lista é divida por categorias, e mostra as palavras ou expressões que mais se popularizaram em relação ao ano anterior.

Os resultados são relacionados somente ao que foi pesquisado no Brasil, e sua divulgação serve como base para alguns dos acontecimentos mais importantes ocorridos no país.
Fonte: Unsplash/Reprodução

Em 2019, a Copa América teve destaque entre os assuntos pesquisados, e o falecimento do apresentador Gugu Liberato acabou alavancando seu nome como um dos termos mais populares.

Confira a lista:

Buscas do Ano
  • Copa América
  • Tabela do Brasileirão
  • Gugu Liberato
  • Vagas de emprego
  • Gabriel Diniz
  • Thanos
  • Flamengo X Vasco da Gama
  • Ricardo Boechat
  • Copa do Mundo de Futebol Feminino
  • Caio Junqueira

Tecnologia
  • iPhone 11
  • Moto G7
  • Amazon Prime
  • Faceapp
  • Dollify
  • Xiaomi Mi 9
  • Moto G7 Plus
  • Galaxy S10
  • Moto G6 Plus
  • Moto G6

Virou Meme
  • Meme do Riquinho
  • O nome dela é Jenifer
  • Caneta Azul
  • Tô nem aí
  • Juntos e Shallow Now
  • Vem tranquilo
  • Meme do Curso
  • Fabio Assunção
  • Joelma
  • 3 reais

Por quê?
  • Por que o WhatsApp parou de funcionar hoje?
  • Por que são 21 tiros de canhão?
  • Por que o Japão está na Copa América?
  • Por que Carlinhos Brown saiu do The Voice?
  • Por que não comer carne na Sexta-Feira Santa?
  • Por que Lula foi solto?
  • Por que ou porque?
  • Por que Fábio Assunção virou meme?
  • Por que o Instagram vai tirar as curtidas?
  • Por que Lula foi preso?

Como fazer?
  • Como fazer a inscrição para o Enem 2019
  • Como fazer ovo de páscoa caseiro
  • Como fazer que as pessoas gostem de mim
  • Como fazer ovo de colher
  • Como fazer figurinhas no WhatsApp
  • Como fazer uma redação do Enem
  • Como fazer meu quiz no Instagram
  • Como fazer geladinho gourmet
  • Como fazer convite virtual grátis para WhatsApp
  • Como fazer chocolate quente

O que é?
  • O que é libido?
  • O que é cagarra?
  • O que é democratização?
  • O que é golden shower?
  • O que é Shallow Now?
  • O que é yuzu?
  • O que é AI-5?
  • O que é diverticulite?
  • O que é Corpus Christi?
  • O que é um contratorpedeiro?

Séries
  • Game of Thrones
  • Stranger Things
  • Chernobyl
  • Vis a Vis
  • Manifest
  • Sintonia
  • Sex Education
  • One Punch Man (Temporada 2)
  • The Umbrella Academy
  • The Good Doctor

Filmes
  • Vingadores: Ultimato
  • Coringa
  • Capitã Marvel
  • Toy Story 4
  • O Rei Leão
  • Aquaman
  • Shazam
  • Minha Vida em Marte
  • Bird Box
  • Bacurau

Acontecimentos
  • Copa América
  • Copa do Mundo de Futebol Feminino
  • Libertadores
  • Brumadinho
  • Dia dos Professores
  • Suzano
  • Caso Neymar
  • Greve Geral junho 2019
  • Amazônia
  • Reforma da Previdência

Mortes
  • Gugu Liberato
  • Gabriel Diniz
  • Ricardo Boechat
  • Caio Junqueira
  • Fernanda Young
  • Paulo Henrique Amorim
  • Caroline Bittencourt
  • Cameron Boyce
  • Rafael Miguel
  • Yasmin Gabrielle

Shows
  • Sandy e Júnior
  • Ed Sheeran
  • BTS
  • Anitta (Rock in Rio)
  • Marília Mendonça
  • Paul McCartney
  • Bon Jovi
  • P!nk
  • Iron Maiden
  • Los Hermanos (São Paulo)

Personalidades
  • Mc Gui
  • Jair Bolsonaro
  • Danilo Gentili
  • Najila
  • Neymar
  • Mauro Naves
  • Luisa Sonza
  • José Loreto
  • Sérgio Moro
  • Flordelis

Programas de TV/Novelas
  • BBB19
  • A Dona Do Pedaço
  • Espelho Da Vida
  • Bom Sucesso
  • Power Couple
  • A Fazenda 2019
  • O Sétimo Guardião
  • Verão 90
  • Orfãos Da Terra
  • O Tempo Não Pára

Times de Futebol
  • Flamengo
  • Palmeiras
  • São Paulo
  • Grêmio
  • Vasco da Gama
  • Santos
  • Cruzeiro
  • Sport
  • Atlético Mineiro
  • Fluminense

Receitas
  • Chicha morada
  • Fricassê de frango
  • Bacalhau no forno
  • Geladinho gourmet
  • Bolo de laranja
  • Capuccino caseiro
  • Panqueca
  • Canja de galinha
  • Bolo de caneca
  • Bolo de pote

A empresa também revelou as buscas mais populares para esta década, desde 2011:

Fonte:Google

Malwares para Mac cresceram muito em 2019

O número de vírus feitos para o macOS cresceu em 2019, de acordo com dados da Malwarebytes, que desenvolve soluções de segurança. A plataforma da Apple chegou a ter um índice de detecção por usuário duas vezes maior que o Windows, mas a grande maioria dos ataques era de baixo impacto.

De acordo com os dados, o sistema operacional da Apple teve um índice de 9,8 vírus detectados por dispositivo em 2019, enquanto o número foi de 4,2 detecções por computador no Windows. A Malwarebytes, contudo, explica que esses dados podem estar viciados de alguma forma, sendo que usários do macOS costumam buscar softwares antivírus apenas depois de terem seus computadores infectados, o que pode ter aumentado a taxa de detecção do SO.

No quadro geral, o macOS foi o SO de 16% de todas as ameaças encontradas, além de ser o alvo de seis dos 25 malwares mais populares do ano.
Número de ameaças por usuário foi maior no Mac. (Fonte: Malwarebytes/Reprodução)

Apesar de ainda estar atrás do Windows e o Android em números brutos, esses dados registram um aumento alarmante na quantidade de vírus que estão sendo feitos com o macOS em mente. Segundo a empresa, os principais programas mal-intencionados que atingem o sistema são adwares e bloatwares, que são voltados para exibir anúncios e instalar softwares indesejados.

Adwares

Mesmo com o crescimento nas ameaças, a Malwarebytes aponta que o cenário ainda não é tão ameaçador como parece.
Adwares são a ameaça mais comum no Mac (Fonte: Malwarebytes/Reprodução)

A maioria dos vírus detectados pela Malwarebytes no macOS são adwares e bloatwares, que possuem nível de ameaça baixo. AInda que o nível de perigo seja baixo nesse momento, a tendência é que o cenário de insegurança acabe crescendo no sistema e, para 2020, a dica é ser mais cuidadoso enquanto utiliza o SO da Apple.

Fim dos garranchos na receita? IA da Amazon 'traduz' consultas médicas

A Amazon está desenvolvendo uma plataforma na nuvem que aplica inteligência artificial para melhorar a qualidade do atendimento em consultas médicas. O Amazon Transcribe Medical é basicamente um programa que reconhece a fala do profissional da saúde e transforma o que ele diz em texto.

Apesar de parecer um simples transcritor de fala, o serviço precisa de muito machine learning para operar corretamente. Afinal, ele deve ser capaz de detectar termos técnicos e procedimentos médicos e descrever cada um deles — colocando ainda pontuação e medidas corretas.

O objetivo, segundo a Amazon, é aumentar a eficiência de consultas. Pela procupação com o relatório, muitos médicos deixam o contato com o paciente de lado enquanto escrevem o texto. Em outros casos, eles usam um gravador de voz e pedem para outra pessoa transcrever mais tarde. Já algumas clínicas aproveitam assistentes que ficam na sala só para fazer a transcrição — algo mais caro e que pode constranger quem está na consulta.

E os garranchos?

O Amazon Transcribe Medical pode enviar o texto direto para o paciente na forma de um relatório ou apenas manter a gravação na nuvem para consultas posteriores — algo bastante útil para revisar os procedimentos de uma cirurgia, por exemplo.
Além disso, esse pode ser o fim de receitas, diagnósticos e atestados quase inelegíveis, já que foram escritos escritos a mão com aquela "letra de médico". O serviço consegue criar um texto praticamente em tempo real, com o nome correto de medicamentos e sem erros de digitação ou interpretação.

Apenas uma demonstração da plataforma foi realizada durante a conferência re:Invent, mas a ferramenta já está disponível em algumas regiões dos Estados Unidos.

Fonte:Amazon

Google Stadia lança seu sistema de conquistas e troféus

O Stadia, o sistema de jogos online na nuvem da Google, ainda não está disponível no Brasil oficialmente, mas finalmente recebeu um sistema próprio de conquistas e troféu no exterior. O lançamento aconteceu em 20 de dezembro de 2019 e foi anunciado no Twitter oficial da plataforma:


"Nosso sistema de conquistas chegou e agora você receberá notificações quando estiver jogando no desktop, laptop e televisão", explica a postagem. "Você pode ver sua lista completa de conquistas na internet, incluindo todas que você obteve desde a primeira vez que jogou Stadia".

Ou seja, se você cumpriu alguma conquista antes do sistema ir ao ar, ainda assim seu feito será computado pelo Stadia. Mas nem tudo são flores, já que por enquanto só é possível ver as suas conquistas através do Chrome e Chromecast, e apenas em 2020 a compatibilidade com outras plataformas será habilitada.

Vazamentos mostram novos iPad Pro 2020 com câmera traseira tripla

As novas versões do iPad Pro devem herdar uma série de novidades lançadas recentemente no iPhone 11 Pro, como a câmera tripla na traseira. É o que mostram as imagens conceituais obtidas pelo iGeeksBlog, publicadas nesta sexta-feira (27) em parceria com o perfil @OnLeaks.

Nas renderizações vazadas é possível conferir os desenhos do iPad Pro 2020 de 11 polegadas e do iPad Pro 2020 de 12,9 polegadas, que se parecem com as versões atuais. No entanto, a parte traseira chama a atenção por trazer o mesmo módulo com três lentes presente na versão mais recente do celular da Apple.

Por enquanto não há maiores detalhes sobre as resoluções de cada sensor, mas conforme a publicação existe a possibilidade de que as lentes sejam exatamente as mesmas instaladas no iPhone 11 Pro e no iPhone 11 Pro Max: uma ultra-angular, uma grande-angular e outra teleobjetiva, todas com 12 MP.
O iPad deve ganhar uma grande atualização de câmera em 2020. (Fonte: iGeeksBlog/Reprodução)

Os novos iPad Pro 2020 também devem ganhar o chip A13 presente na linha atual dos celulares, mas em uma versão melhorada, que ainda será lançada pela Maçã, chamada A13X.

Outros detalhes revelados

Este vazamento sobre os novos tablets da Apple também trouxe outras informações interessantes, como as bordas simétricas e os cantos arredondados no painel frontal, além das dimensões do modelo com tela de 11 polegadas, que terá aproximadamente 248 x 178,6 x 5,9 mm de espessura (na área das câmeras traseiras ela é de 7,8 mm).

Com relação ao material do corpo, não se sabe qual será usado pela fabricante. Mas nas renderizações, a versão menor aparece com carcaça de alumínio, enquanto o modelo maior surge construído em vidro.

De acordo com o iGeeksBlog, o lançamento do iPad Pro 2020 deve acontecer até o final do primeiro trimestre do próximo ano.

As principais descobertas arqueológicas de 2019

A evolução humana não é simplesmente um processo de avançar, pois há muito tempo aprendemos que para crescer, é essencial olhar para trás. Por isso os arqueólogos, todos os anos, revelam mais e mais sobre o nosso passado com as revelações arqueológicas.

Confira abaixo as 7 descobertas arqueológicas mais incríveis de 2019:

7. O caixão do rei Tutankhamon
Créditos: Reprodução/All That Interesting????

Desde a sua criação no Egito antigo, há 3.300 anos, até o início deste ano, o caixão mais externo do rei Tutankhamon nunca havia deixado seu túmulo. Segundo o Los Angeles Times, o Getty Conservation Institute e o Ministério Egípcio de Antiguidades terminaram a restauração de uma década do túmulo no início deste ano. O próximo objetivo era restaurar o caixão externo de Tutankhamon e, como os limites da tumba do velho faraó tornariam tal tentativa quase impossível, foi tomada a decisão de movê-lo. Até esse momento, o caixão nunca havia visto a luz do dia. Os arqueólogos esperam que o caixão externo esteja pronto para a exibição no Grande Museu Egípcio em 2020.

6. A escultura de pênis de 1.800 anos
Com as novas tecnologias, muitos estudiosos passaram a fazer uma revisão do passado com suas descobertas arqueológicas. Nesse caso, os arqueólogos viram uma pedreira de 10 metros de comprimento por uma corda para escanear a Muralha de Adriano com lasers. Isso criou modelos digitais tridimensionais detalhados das esculturas contidas nele, incluindo o pênis de 1.800 anos. O pênis, por si só, era um símbolo comum de boa sorte para os romanos na época. A Historic England em parceria com pesquisadores da Universidade de Newcastle se uniram para fazer um mapeamento das antigas fortificações romanas no nordeste da Inglaterra com novas revelações arqueológicas. Os pesquisadores planejam exibir as digitalizações ao público quando o trabalho estiver concluído.

5.  “Túneis do Tesouro” em Israel
Créditos: Divulgação/Wikimedia Commons???

Essa é sem dúvida uma das principais marcas arqueológicas de 2019. Pesquisadores descobriram uma rede de túneis de 800 anos escondidos sob a cidade israelense de Acre, que pode ter sido construída pelos Cavaleiros Templários. Essa ordem lendária dos monges guerreiros católicos possivelmente usou os túneis como uma rota secreta para uma torre do tesouro próxima. A ordem desses "soldados cruzados de Deus" foi dissolvida pelo papa Clemente V em 1312, após o conflito entre os cavaleiros e o rei Filipe IV da França.

4. Restos mortais da fome irlandesa
Créditos: Divulgação/Radio Canada

Os ossos de três crianças chegaram à praia de Cap-des-Rosiers, no Canadá, após uma tempestade em 2011. Os restos de outras 18 pessoas surgiram em 2016. Após uma análise rigorosa de seus ossos, os pesquisadores descobriram que pertenciam às vítimas da fome irlandesa de 1847.

Eles acreditam que essas mulheres e crianças podem ter sido vítimas do naufrágio de Carricks, que carregava famílias irlandesas famintas do Condado de Sligo, na Irlanda, para o Canadá. O navio transportava 180 emigrantes com destino a Porto de Quebec, quando afundou perto de Cap-des-Rosiers em 28 de abril de 1847. Apenas 48 pessoas sobreviveram. Segundo o Yahoo News, os ossos estavam à deriva há 160 anos na água do mar, mas ainda mostravam sinais definitivos de desnutrição e uma dieta rica em batatas.

3. O perfume da Cleópatra

O Egito sempre esteve no centor das descobertas arqueológicas. O projeto de escavação na cidade egípcia de Thmuis, fundada em 4500 aC, rendeu descobertas inestimáveis aos pesquisadores Robert Littman e Jay Silverstein, da Universidade do Havaí em Manoa. Lar das instalações de produção de dois dos perfumes mais populares do mundo antigo, Mendesiano e Metópico, os arqueólogos do local descobriram fornos que datam do século III a.C. As descobertas incluíram um resíduo de 2.000 anos dos ingredientes que esses artesãos antigos usavam para fazer perfume - potencialmente até o usado por Cleópatra. Após análises, os pesquisadores descobriram que eles usavam azeite, canela, cardamomo e uma base de mirra, uma resina originária de uma árvore nativa do Chifre da África e da Península Arábica. O próprio Littman apelidou de "o Chanel nº 5 do Egito antigo".

2. O maior sacrifício infantil em massa do mundo descoberto no Peru
Créditos: Divulgação/AFP

Em agosto de 2019, arqueólogos peruanos descobriram o maior sacrifício em massa de crianças da história através de evidências arqueológicas. O local continha os restos mortais de 227 vítimas e foi encontrado ao norte de Lima, na cidade costeira de Huanchaco. Segundo a BBC News, as mortes ocorreram em algum momento antes dos anos 1500 e seus corpos voltados para o oceano, os pesquisadores teorizaram que eles morreram como oferendas aos deuses adorados pelo povo Chimú da região. Este grupo era um dos mais fortes e independentes da época.

1. Fósseis de preguiça de 13.000 pés encontrados em Belize
Créditos: Divulgação/Universidade de Illinois

Em 2014, mergulhadores em um poço em Clara Blanca, Belize, encontraram fósseis de 27.000 anos de uma preguiça gigante. De acordo com a Fox News, um fragmento de dente de dez centímetros levou pesquisadores da Universidade de Illinois a obter pistas ??sobre o animal neste ano. Com as descobertas arqueológicas, os pesquisadores estimam que a preguiça pesasse mais de 6 toneladas, com quase 4 metros de altura e 6 metros de comprimento.

Tesla Cybertruck: dupla russa cria versão fake e barata da picape

Anunciado em novembro, o Tesla Cybertruck chamou a atenção por seu design quadrimensional futurista e, portanto, totalmente diferente de outros modelos de picapes convencionais. O veículo ainda não está à venda, pois entrará em produção apenas em 2021. Mas, quem não deseja esperar tanto, pode comprar uma “versão” mais barata do veículo na Rússia. Pelo menos é o que propõem os youtubers de um canal conhecido como Pushka’s Garage, que decidiram criar seu próprio Cybertruck e vendê-lo online por apenas US$ 10,8 mil.
Versão econômica da picape da Tesla à venda em site russo. (Fonte: arstechnica/Reprodução)

Claro, o precinho camarada condiz com toda a ausência da tecnologia empregada no carro de Elon Musk — como o uso de energia elétrica e aço inox —, a ser comercializado por entre US$ 39,9 mil e US$ 69,9 mil. Isso porque, na realidade, o projeto por si só custou apenas US$ 1,3 mil, incluindo o carro que serviu de base para o Cybertruck fake, um VAZ 2109, ou Lada Samara, da década de 80.
Modelo russo VAZ 2109 serviu de base para o projeto alternativo (Fonte: arstechnica/Reprodução)

Com isso, a dupla de youtubers manteve o tanque com capacidade para 1,6 litro de gasolina do veículo e adicionou chapas finas de metal na parte externa, posicionadas de modo a imitar o formato do modelo da Tesla.

Todo o processo de construção do Cybertruck alternativo pode ser conferido neste vídeo do YouTube, disponível apenas em russo.

sábado, 28 de dezembro de 2019

Pokemon Tower Battle e Medallion Battle chegam para Facebook

A Pokemon Company, em parceria com os estúdios Bombay Play e GCTurbo, lançou exclusivamente para Facebook os jogos Pokémon Tower Battle e Pokémon Medallion Battle.

O primeiro título trata-se de um jogo focado em física, onde jogadores devem empilhar os monstrinhos de bolso em competições contra outros usuários online. Ao decorrer do jogo, torna-se mais difícil encaixar cada criatura e algumas podem acabar caindo do campo, levando o jogador a perder a partida.
(Fonte: Facebook/Divulgação)

Enquanto isso, Medallion Battle se assemelha a um jogo de cartas, trazendo pokemon icônicos no formato de medalhões que, como o título do jogo implica, participarão de batalhas entre si. O jogador pode não apenas capturar novos monstrinhos, mas também treiná-los, evoluí-los e desafiar ginásios em troca de insígnias.
(Fonte: Facebook/Divulgação)

Tower Battle já se encontra disponível através da rede social mundialmente, incluindo no Brasil, mas Medallion Battle ainda não tem previsão de lançamento para regiões além da Ásia.

Para jogar, basta acessar a aba de jogos do Facebook ou o aplicativo Facebook Gaming, disponível para dispositivos móveis de sistema operacional iOS e Android.

Fonte:Facebook

Sonic pode ganhar uma nova série de animação

Em 2019, o mundo inteiro acompanhou a história do desenvolvimento da arte do personagem principal da SEGA, para o filme que estreia em fevereiro de 2020. Depois do esforço em agradar a todos, surgiu um burburinho depois que Yukio Kusumoto, diretor dos curtas Sonic Mania Adventures, comentou ter interesse em ir além das animações já produzidas e fazer outro anime sobre o ouriço.

De acordo com entrevista, Kusomoto acredita que o mundo está pronto para uma nova série de televisão e ele adoraria fazê-la. Mas por enquanto esse é apenas um desejo pessoal do diretor, que pretende continuar com o lançamento de mais produções.

O ouriço já ganhou uma adaptação para anime, com o nome de Sonic X. A história contava sobre suas aventuras depois de serem teleportados para a Terra em uma luta contra o Dr. Robotnik. Sem contar no clássico desenho dos anos 90 (e a saudosa música "Ele é veloooz... Sonic, o ouriçooo". Enquanto esperamos algo mais concreto, temos os curtas de Kusomoto:

Disney+ chegará a veículos da Tesla em breve

Em resposta ao perfil oficial do grupo de donos de veículos Tesla de Massachusetts no Twitter, Elon Musk, o CEO da companhia, confirmou que o serviço de streaming Disney+ em breve estará disponível nos carros elétricos da empresa.

Através de uma função chamada "Tesla Theater" disponibilizada através de um monitor, donos dos automóveis elétricos da companhia de Musk podem desfrutar de serviços como Spotify, Netflix, Hulu e YouTube.

Por questões de segurança, só é possível assistir a vídeos quando o carro está estacionado ou carregando. Recentemente, o site de transmissões ao vivo Twitch também foi adicionado às opções de serviços acessíveis através de uma atualização já disponível para alguns usuários.
(Fonte: Teslarati.com/Reprodução)

Adicionalmente, a recente atualização também traz os jogos Stardew Valley e Lost Backgammon, permitindo que proprietários do veículo elétrico aproveitem para jogar enquanto aguardam para voltar a dirigir.

Por enquanto, o Disney+ se encontra disponível somente nos Estados Unidos, Canadá, Holanda, Austrália, Nova Zelândia e Porto Rico, com previsão de chegada no Brasil marcada para o final de 2020.

Fonte:Twitter