sábado, 4 de abril de 2020

Educação básica online está disponível gratuitamente na quarentena

Diante da interrupção do ano letivo devido à quarentena, a empresa SAE Digital decidiu disponibilizar todo o conteúdo programático do ensino básico de forma gratuita por meio de vídeos no YouTube e outras plataformas online.

A iniciativa, que tem o objetivo de amenizar os impactos na educação nacional, deve alcançar mais de 1 milhão de estudantes. Os vídeos começaram a ser postados desde a segunda-feira (27) no canal da empresa. 

Neste sistema, estão presentes os conteúdos previstos pela Base Nacional Comum Curricular, incluindo aulas voltadas especialmente para o novo ENEM. Com isso, escolas públicas e particulares vão poder dar continuidade às aulas de forma remota.

Serão mais de 1.000 videoaulas, roteiros de atividades, livros didáticos, materiais de apoio e atividades complementares. Além disso, ainda será oferecido material interativo para escolas cadastradas. Se você é responsável por uma escola e quer cadastrá-la, é só acessar a página da empresa .

Educação Infantil

A SAE Digital vai fornecer videoaulas, roteiros de estudo e sugestões de atividades voltadas para o desenvolvimento das habilidades psicomotoras, intelectuais e emocionais dos pequenos. Todas as atividades da educação infantil foram elaboradas especialmente para que os responsáveis das crianças consigam realizá-las em casa.

Ensino Fundamental

O sistema vai abranger conteúdos do 1º ao 9º ano, oferecendo de 4 a 5 aulas todos os dias. Além disso, os alunos poderão baixar o aplicativo do Livro Digital SAE que contém todo o conteúdo do material impresso, atividades interativas, jogos, realidade aumentada e outros recursos digitais de aprendizagem.

O app está disponível tanto na Play Store quanto na Apple Store e somente poderá ser utilizado por alunos de escolas cadastradas. Se você é aluno e achou a iniciativa interessante, compartilhe essa matéria com o diretor da sua escola.

Ensino Médio e ENEM

Aos alunos do Ensino Médio, serão oferecidas de 5 a 6 aulas todos os dias. De quebra, também será oferecido o curso Arrase no ENEM, que é completamente gratuito e inclui conteúdos exclusivos, roteiros de estudo, simulados e mais de 2.000 videoaulas organizadas por áreas de conhecimento.

Google doa US$ 6,5 milhões para combate a fake news sobre coronavírus

A Google anunciou a doação de mais de US$ 6,5 milhões para contribuir com o combate às informações falsas sobre o novo coronavírus. A quantia será destinada às organizações de checagem de fatos e entidades sem fins lucrativos que estão atuando nesta área.

O objetivo é ampliar o apoio às instituições, jornalistas, cientistas, pessoas públicas e plataformas tecnológicas que levam ao público as informações corretas e obtidas de fontes verídicas e respeitadas sobre a covid-19.

Além do investimento financeiro, a gigante de Mountain View tomou outras medidas para evitar a disseminação de fake news sobre o vírus. Uma delas é o aumento do apoio da Google News Initiative ao projeto First Draft, que disponibiliza treinamentos pela internet para jornalistas, aumentando o conhecimento a respeito do tema.
O volume de notícias falsas sobre a covid-19 aumentou bastante nos últimos dias.
Fonte:  Freepik 

Reiterar o apoio à rede CrossCheck do First Draft também faz parte das novidades anunciadas pela Google. A organização atua no auxílio a redações de todo o mundo, mostrando como reagir de forma rápida e lidar com a enorme quantidade de conteúdos capazes de causar confusão.

Outras iniciativas

E a participação da gigante das buscas no combate à disseminação de informações enganosas sobre a covid-19 não para por aí. A companhia renovou o apoio ao grupo brasileiro Comprova, que também treina jornalistas para a checagem de fatos, e a iniciativa LatamChequea, grupo conhecido por desenvolver trabalho semelhante em países de língua espanhola e da América Latina.

Já na Europa, a Google reforçou a parceria com a Full Fact, a Maldita.es e a Correctiv, organizações que estão na luta contra a desinformação nos países com os maiores números de casos do continente, como Itália, Espanha, Reino Unido, Alemanha e França.

A criação de uma seção especial sobre o coronavírus no Google News para Android, iOS e web, com a exibição de notícias vindas de fontes confiáveis, é outra novidade anunciada.

Fonte:Google

'Hacker do bem' consegue sequestrar câmera de iPhone

Um hacker bem-intencionado descobriu uma falha que permitia acesso indevido às câmeras de produtos da Apple. A manobra funcionava com iPhones e Macs. Foram encontradas sete vulnerabilidades no total, já corrigidas pela fabricante.

Em dezembro, Ryan Pickren iniciou uma caça à bugs no sistema operacional da companhia, procurando brechas e tentando violá-las para descobrir o que acontecia. Os testes foram bem-sucedidos: bastou encontrar uma exceção às solicitações de permissão de aplicativos para ter acesso à câmera ou microfone dos equipamentos.
Pixaby

Cada acesso deve ser concedido manualmente pelo usuário – exceto no caso de aplicativos próprios da Apple, incluindo o Safari, um prato cheio para criminosos. Por ter descoberto essa brecha que poderia causar dor de cabeça em muita gente, Ryan, após reportar o problema, recebeu US$ 75 mil dólares de agradecimento.

Jogada de mestre

Considerando que os padrões de segurança dos sistemas operacionais de iPhones e Macs exigem que permissões de acesso ao microfone ou câmera sejam solicitadas com um alerta, Pickren decidiu se aprofundar no Apple Safari para iOS e macOS.

Determinado a fuçar até nos cantos mais obscuros dos programas para descobrir algo estranho, o hacker se concentrou no modelo de segurança da câmera, considerado "bastante intenso" por ele.

Depois de encontrar sete vulnerabilidades ligadas ao Mobile Safari, tentou combinações variadas para invadir o sistema. Quando juntou três dessas falhas, conseguiu o que queria.
Pixaby

O Grande Irmão

Especialistas de segurança se declararam surpresos pelo fato de que tais abordagens não sejam tão exploradas por criminosos. Afinal, ter acesso não autorizado a câmeras e microfones de smartphones poderia render muito.

Sean Wright, pesquisador da área, afirma: “Enquanto muitos ficam atentos a câmeras de PCs e notebooks, poucos prestam atenção nos celulares. As pessoas têm muito mais probabilidade de carregar seus smartphones com elas na maior parte do tempo, especialmente quando discutem assuntos delicados”.

Quando você achar que seu celular pode estar te espionando, não podemos dizer com certeza que isso é coisa da sua cabeça.

Fonte:9to5Mac

Instagram quer promover saúde mental durante quarentena

Em um comunicado, Instagram, Facebook e Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio anunciaram uma parceria para promover a saúde mental no Brasil durante o período de distanciamento físico.

Com essa união, serão desenvolvidos cinco materiais de apoio psicológico para ajudar famílias, adolescentes, profissionais da saúde e pessoas em grupos de risco a terem uma experiência mais positiva neste momento. Nas próximas semanas, as contas oficiais das empresas e o site do Vita Alere vão postar dicas úteis sobre como manter a saúde mental em tempos de covid-19.

A campanha também tem apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que participou do desenvolvimento de recomendações para o público mais jovem. Para tanto, a organização fez uma consulta pública voltada para os adolescentes, a fim de garantir que o material fosse atrativo e eficaz.
Entre os conteúdos estão vídeos e publicações no feed e nos Stories, para incentivar práticas e atividades benéficas de saúde mental, além de transmissões ao vivo no Facebook e no Instagram do Instituto Vita Alere para promover debates sobre cada um dos temas publicados.

"Sabemos que essa situação de isolamento social, nova para todo mundo, pode causar diversos impactos na vida das pessoas que estão trabalhando ou estudando em casa, que precisam sair para trabalhar na rua ou que estão na linha de frente do combate ao vírus", afirma a psicóloga e fundadora do instituto, Karen Scavacini, que fará lives exclusivas para o projeto.

Esse projeto também conta com o Estadão como parceiro de imprensa. Com isso, aqueles que participam do grupo #EstadãoInforma: Coronavírus do Facebook também poderão acompanhar as orientações. Vale dizer que ainda é possível entrar no grupo, basta acessar o link e enviar uma solicitação para os administradores.

Entre as primeiras dicas divulgadas pelo projeto estão estabelecer uma rotina, fazer exercícios físicos e atividades de que você gosta e, caso esteja em um tratamento médico, não interrompê-lo sem orientação médica.

Disney define novas datas de estreia para filmes da Marvel

Com a pandemia do novo coronavírus obrigando as salas de cinema ficarem fechadas, os grandes estúdios precisaram adiar todos os lançamentos, desde meados de março. Aos poucos, novas datas começam a ser reveladas, e agora foi a vez da Disney atualizar o seu calendário.

Dentro do MCU, os filmes foram adiados, mas mantendo as mesmas datas. Começando por Viúva Negra, que estava previsto para estrear em maio, agora deve chegar aos cinemas no dia 6 de novembro, ocupando o lugar de Os Eternos, que passa para o dia 12 de fevereiro de 2021, que era originalmente quando Shang Chi deveria estrear.

Confira abaixo o novo cronograma completo do MCU:
  • Viúva Negra: 6 de novembro de 2020
  • Os Eternos: 12 de fevereiro de 2021
  • Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis:  7 de maio de 2021
  • Doutor Estranho no Multiverso da Loucura: 4 de novembro de 2021
  • Thor: Love and Thunder: 17 de fevereiro de 2022
  • Pantera Negra 2: 5 de maio de 2022
  • Capitã Marvel 2: 7 de julho de 2022

Scarlett Johansson e Florence Pugh em 'Viúva Negra'
Fonte:  IMDb/Reprodução 

Outros lançamentos da Disney

Dos outros filmes lançados pela Disney, Mulan foi adiado para 24 de julho de 2020, data original de Jungle Cruise, filme estrelado por Dwayne Johnson e Emily Blunt que passou para 20 de julho de 2021. Free Guy: Assumindo o Controle, comédia com Ryan Reynolds, passou de 3 de agosto para 11 de dezembro de 2020. A animação da Pixar, Soul, o musical de Steven Spielberg, West Side Story e o épico de Ridley Scott, The Last Duel, mantiveram as datas originais, 19 de junho, 18 de dezembro e 25 de dezembro deste ano, respectivamente.

Dos mais afetados até o momento, Artemis Fowl, que chegaria aos cinemas no dia 29 de maio, agora será lançado diretamente no Disney+. Este é o primeiro longa feito para o cinema e mudado para a plataforma de streaming da empresa. Já Os Novos Mutantes, novamente fica sem uma data de lançamento confirmada.

Fonte:Variety

Agenda Netflix: La Casa de Papel 4 e mais estreias na semana

O fenômeno La Casa de Papel, que estourou no Brasil, retorna com novos episódios nesta sexta-feira (3) pela Netflix.

Junto com o lançamento da Parte 4 da série espanhola, a plataforma de streaming apresenta também um documentário especial sobre o sucesso do programa mundo afora.
Confira abaixo a agenda de lançamentos previstos para chegar à Netflix Brasil nos próximos dias.

Agenda Netflix: 3 a 9 de abril
Dia 3
  • Coffee & Kareem (2020) – filme original
  • La Casa de Papel - O Fenômeno (2020) – documentário original
  • La Casa de Papel: 4ª temporada (2020) – série original
  • Spirit - Cavalgando Livre: Academia de Equitação - Parte 1 (2019)
  • StarBeam (2020) – série original

Dia 5
  • Olhar de Anjo (2001)

Dia 6
  • The Big Show Show (2020) – série original

Dia 7
  • Terrace House: Tóquio 2019-2020: 3ª temporada (2019) – série original

Dia 9
  • Hi Score Girl: 2ª temporada (2019) – anime original
  • The Circle: França (2020) – série original

Fonte: Tecmundo

InfraBR: app ajuda caminhoneiros em meio a pandemia da covid-19

Com o objetivo de ajudar os caminhoneiros que estão na estrada no meio da pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Infraestrutura e o Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) atualizaram o aplicativo InfraBr.

O app agora passa a disponibilizar informações sobre o funcionamento de serviços essenciais nas estradas, como restaurantes, postos de combustíveis, oficina e postos de atendimento de distribuição de kits de higiene e alimentação. Os dados são atualizados diariamente.

O InfraBR também conta com um questionário para que o caminhoneiro possa avisar sobre a sua condição de saúde e se faz parte do grupo de risco, assim como a situação das cargas transportadas. Segundo a consultora de negócios do Serpro, Caroline de Almeida, neste momento de crise o aplicativo é o principal meio de comunicação entre o governo federal e os profissionais da categoria.
Aplicativo ajuda os caminhoneiros que estão na estrada no meio da quarentena
Fonte:  Markus Spiske/Pexels 

Kits de higiene e alimentação

Uma das informações disponíveis no aplicativo é a localização de pontos de atendimento com kit de higiene e alimentação. Nestes pontos, o caminhoneiro conta com a distribuição gratuita de alimentos e produtos de higiene, além de orientação de saúde para seguir a viagem com mais segurança.

Promovida pelo SEST (Serviço Social do Transporte) e SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), a campanha conta com mais de 200 pontos de atendimento, localizados em postos de combustíveis, terminais urbanos e locais com grande circulação de veículos.

Disponível gratuitamente no App Store e no Google Play, o InfraBR já conta com as novas atualizações na aba “Coronavírus”. Para quem preferir acessar pelo computador, o aplicativo também está disponível no site do Ministério da Infraestrutura.

Fonte: Tecmundo